Por Oliver Swan

 

Formada em direito,se tornou advogada depois de alguns anos de muito estudo, mesmo assim, abandoneou tudo para fotografar casamentos. Mora em Santos, é cristã, casada e fotógrafa.

Ela conta que a cada evento, fazer parte da vida de pessoas até então desconhecidas, ela descobre um pouco sobre elas e muito sobre si mesma. Abandonou tudo para viajar pelo mundo e contar histórias de amor. Sua inspiração para abandonar o direito e começar na fotografia foi Daniel Aguilar.

Ela contou um pouco da história dele, que ele largou a faculdade de engenharia para realizar o sonho de ser fotógrafo, e certa vez foi contratado para fotografar um evento em que muitos dos convidados eram seus antigos colegas de faculdade. Todos acharam estranho e o questionaram por ele estar ali fotografando quando podia ser um engenheiro e consequentemente ter maior status. Pra quem não conhece (como eu não o conhecia), Daniel Aguilar é um fotógrafo de casamento premiado internacionalmente, é um dos melhores do mundo, um grande artista, segundo ela.

Sobre equipamentos ela só identificou a preferência por Cannon e por objetivas mais claras.

Eu escolhi ela, pelas fotos dela. Elas simplismente são muito bonitas. Os casais sempre saem com uma naturalidade, com olhar magnifico, a composição em si também é muito boa. Ela faz fotografias de casais, casamentos e também de partos.