Por Bruna Araújo

Aconteceu, na última quinta-feira (21), a aula magna com a jornalista Arminda Augusto, reunindo em torno de 400 estudantes do curso de comunicação como Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Moda, entre outros, no teatro da ESAMC Santos. Com o objetivo de conversar e esclarecer as dúvidas dos alunos presentes, ela compartilhou experiências, motivações e responsabilidades no âmbito profissional.

Formada há 30 anos e há 5 anos editora-chefe do jornal A Tribuna, Expresso Popular e AT Revista, Arminda deu início à aula na qual ela mesmo chamou de bate-papo, contando um pouco sobre o início de sua carreira. Começou como repórter, cobrindo o setor de meio ambiente, passando para chefe de reportagem, pauteira e editora-executiva, antes de chegar ao seu cargo atual no jornal de maior relevância da Baixada Santista.

“A gente lida com o nome das pessoas, a gente lida com a honra das pessoas e a gente lida com a formação de opinião”, disse ela sobre a importância da credibilidade e embasamento do jornalista, principalmente em meio às redes sociais onde todos compartilham suas opiniões, reforçando o valor da notícia. Perguntada sobre o mercado atual, respondeu sobre a importância do profissional se atualizar diante de mudanças.

Comentou sobre a extinção da profissão, concluindo que seria muito improvável, e a necessidade do jornal se reinventar, agregando o nome da empresa a outros produtos, como projetos que o levem para outras plataformas. Terminou a aula enfatizando o valor da leitura e de obter opiniões diversas para ter uma visão mais ampla da profissão: “Não se contentem com o conhecimento produzido e oferecido dentro de uma universidade”.

Para a estudante de Jornalismo Vitória Alves, a palestra deu uma noção básica da realidade da profissão, proporcionando mais seriedade o que está sendo ensinado dentro da universidade. Sua expectativa é conseguir ser uma profissional que saiba se adaptar às exigências do mercado.