aes black logo 2020

capa leticia danni
Click na fotografia para assitir o ensaio no Instagram

CENTRO - SÃO VICENTE - SP - 0412020: Hospital Municipal de São Vicente. Sedentarismo, ansiedade e COVID19.

Foto: Danni do Vale/AES

Por Letícia Goulart (texto) Danni do Vale (fotografia)

A Pandemia do novo Coronavírus trouxe diversas consequências econômicas, sociais, intelectuais e físicas. Estudos publicados pela Agência Brasil indicam que mais de 43.4% dos jovens não praticam, durante a semana, sequer uma hora do seu dia para a pratica de atividades físicas.

O isolamento social e o confinamento fizeram com que cada individuo fosse “obrigado” a se autoanalisar e lidar com os conflitos, que muitas vezes eram evitados por conta da rotina corrida. Problemas familiares como abusos, agressões se intensificaram nesse período e os casos de depressão também. A falta de exercícios físicos somados a ansiedade e estresse durante esse período também agravou esses conflito.

Ainda em entrevista à Agência Brasil, o psicólogo clínico Danilo Lima Tebaldi, da Universidade Estadual Paulista (Unesp), diz que os pais precisam prestar atenção a alguns sinais e sintomas que podem surgir no decorrer do tempo. “Os pais devem ficar atentos a qualquer mudança de comportamento dos filhos, ou seja, comportamentos que antes a criança não apresentava e passou a apresentar, tais como agressividade, comportamento inquieto e/ou agitado”

A dona de casa Patricia Ramalho nos contou um pouco de sua experiência: "Apesar de eu ficar em casa mesmo antes da pandemia, meu filhos Amanda e Enzo ficavam na escola. Com eles em casa durante a pandemia o stress e cansaço se intensificaram, pois além das tarefas cotidiadas, devo fazer home schooling com os meninos. A Amanda, no início, ficou bem depressiva só ficava no celular, já o Enzo por conta da falta de exercício se tornou muito agitado". O adolescente Gustavo desabafa: "Engordei 15 quilos na pandemia, fora a ansiedade". 

O termo saúde mental está associada ao modo como lidamos diante de determinadas situações que vivemos diariamente, a forma como reagimos aos estímulos são reflexos de diferentes mecanismos, sejam emoções, alegria, tristeza, raiva, amor.

Shift Rádio 2019-02
Shift TV 2019-02
Shift Jornal 2019-02