aes black logo 2020

capa gabrielheloisa
Click na fotografia para assitir o ensaio no Instagram

CENTRO - SÃO VICENTE - SP - 04/12/2020: O Home office como tendência após a pandemia.
Foto: Gabriel Oliveira/AES

Por Heloysa Nascimento (texto) e Gabriel Oliveira (fotos), da AES

O fim do isolamento social não significará o fim do home office para várias empresas estrangeiras e nacionais. Algumas estenderam o trabalho remoto até o fim do ano, outras já decidiram migrar de vez para o formato a distância e há aquelas que planejam voltar à medida que a crise sanitária melhorar, mas com flexibilização, possibilitando ao trabalhador ficar ou não em casa. Mesclar trabalho presencial e a distância deverá ser comum no cenário pós-pandemia.

Muito se discute sobre o futuro do trabalho remoto após a pandemia, uma Pesquisa da Robert Half, empresa global de consultoria de recursos humanos, revela que 86% dos profissionais entrevistados querem trabalhar em casa mais vezes após o fim da quarentena. Ainda segundo o estudo, que ouviu mais de 800 pessoas, 67% perceberam que é possível executar as tarefas remotamente; 49% consideram que o equilíbrio entre vida profissional e pessoal melhorou sem o deslocamento para o trabalho; e 25% estão mais confortáveis com as tecnologias.

Como gerenciar o trabalho remoto?

Para que o gerenciamento do trabalho remoto seja feito com qualidade, as empresas precisam de ferramentas adequadas. Deve-se utilizar bons recursos para fazer videoconferências e reuniões a distância. Também é recomendado que se invista em uma plataforma para home office. Com esse tipo de recurso, os gestores poderão ter total controle sobre o status das atividades que os funcionários estão realizando, por exemplo: Ao escolher essas ferramentas, no entanto, deve-se verificar a questão da segurança. É essencial escolher uma plataforma que tenha todos os recursos necessários para trabalhar de maneira segura e evitar que pessoas não autorizadas tenham acesso a informações sigilosas da empresa.

Quais são as profissões que estão aderindo a essa nova modalidade?

  • Médicos

Com a pandemia de coronavírus, foi liberado o uso de telemedicina no País. O recurso é utilizado para consulta, orientação, telemonitoramento, por exemplo. E, vem ajudando muitos pacientes que, graças a ela, conseguem se manter em isolamento em casa e cuidar da saúde.

  • Psicólogos

A preocupação em relação ao coronavírus, mudança da rotina, perda de emprego ou trabalho em home office, quarentena. Esses e outros problemas têm levado as pessoas a sentirem necessidade de um apoio psicológico. E, em período de isolamento social, o atendimento online vem como uma alternativa.

  • Atendentes de Call center

Alguns dos profissionais encarregados de atender os clientes que buscam contato com determinadas empresas já estavam vivendo essa experiência de trabalhar em casa. Contudo, durante a pandemia, esse processo se intensificou.

  • Jornalistas

Em alguns casos ou funções, é possível que o jornalista trabalhe em casa. Já que, com uma boa base de tecnologia, ele consegue ter acesso às informações, fazer entrevistas, produzir conteúdo, se comunicar com a equipe e estar atento a tudo que está acontecendo.

  • Adminsitradores de Empresas

Como sabemos o administrador é o profissional que exerce a função de administração em uma empresa ou organização pública ou privada, que também aderiu ao home office devido as mudanças que a Covid-19 trouxe.

Como manter uma boa produtividade durante o Home Office?

Segundo Alexandre Mendonça especialista em recrutamento da Robert Half, para gerenciar melhor o tempo durante o home office e se manter produtivo:

Estabeleça e cumpra um horário de expediente

Não tente colocar a casa em ordem ou resolver problemas pessoais entre uma tarefa do trabalho e outra para não perder o foco, mesmo diante de atividades profissionais com longos prazos de entrega. Garanta que os demais moradores da casa entendam e respeitem esse horário de trabalho.

Planeje-se

A autonomia oferecida pelo home office exige maturidade do profissional, já que não há chefe supervisionando cada minuto do seu dia. Uma boa dica é estabelecer metas diárias e semanais.

Mantenha o networking

Tenha o hábito de marcar encontros com profissionais da sua área para se atualizar e trocar ideias sobre o meio e o mercado de trabalho, entre outros assuntos.

Atenção ao traje

Tenha o hábito de se arrumar como se fosse para o trabalho. Ficar de pijama, por exemplo, pode fazer com que você não se sinta efetivamente trabalhando.

Atividade física passa a ser aliada da saúde do trabalhador em Home Office.

Estudos apontam que a prática de exercícios físicos é muito importante   para fortalecer o sistema imunológico e evitar doenças. Devido o aumento do Home Office, trabalhadores passaram a incluir atividades físicas em suas atividades diárias.

Segundo o diretor do Sindicato dos Bancários/ES, Fabrício Coelho, a pandemia colocou o trabalhador em home office da noite para o dia. “Quando o trabalhador acordou, percebeu que o escritório estava dentro da sua casa. Isso virou a vida dessas famílias de cabeça para baixo. Mesa de cozinha virou bancada de trabalho; ambientes que eram de lazer se transformaram em espaços de reuniões virtuais – onde o silêncio é obrigatório e o tráfego de familiares proibido; e por aí vai. Já soube até de trabalhador desesperado à procura de um espaço que, sem alternativa armou laptop sobre a tábua de passar roupa na área de serviço”.

Segundo o dirigente, há praticamente um consenso sobre os benefícios que as atividades físicas trazem à nossa saúde. “O difícil tem sido conseguir conciliar mais uma tarefa na atribulada rotina do trabalhador que está em home office”.

Shift Rádio 2019-02
Shift TV 2019-02
Shift Jornal 2019-02