aes black logo 2020

capa marcus fernando 2020 2

Click na fotografia para assitir o ensaio no Instagram


PRAIA DA ENSEADA, GUARUJÁ - SP - 28/11/2020: Banhistas aproveitam tarde ensolarada na praia da Enseada, no Guarujá. 
Foto: Fernando Cesar/AES

Por Marcus Vinícus (texto) e Fernando César (fotografia), da AES

As forças de segurança pública são um dos serviços que não puderam respeitar o declaração de 20 de março do Ministério da Saúde, que reconhecia a transmissão comunitária do novo Coronavírus, estopim para os gestores nacionais, que passaram a adotar e promover medidas de distanciamento social, a fim de evitar aglomerações. No dia 21 de março, o Brasil já contava com 1.128 casos confirmados da Covid-19, e os decretos municipais, estaduais e federais foram surgindo.

Nas ordens expressas dos representantes do Estado, as praias estavam proibidas, mas da mesma maneira que os pratulheiros da Policia Militar não abandonaram as ruas, os guarda-vidas do Grupamento de Bombeiros Marítimo (GBMar) mantiveram seus pés nas areias da Baixada Santista, no simples propósito de preservar as vidas. O Cabo Joel Lemos, de 38 anos, guarda-vidas do Guarujá, afirmou: "Houve necessidade de salvamento em meio à pandemia, nossa escala estava modificada, mais espaçada para que nos encontrássemos menos com o resto do efetivo. Houve o fim das nossas instruções diárias (atividades fisicas praticadas pelo Grupamento), mas fomos solicitados para resgates, o que nos colocava em risco, pois não sabemos quem é a vítima e seus antecedentes de saúde".

Relatos como esse colocam à prova a seriedade com que a população observa a pandemia e o vírus. Lemos é policial militar há dez anos e guarda-vidas há sete, e ainda se diz surpreso com a população: "As pessoas, ao verem a liberação da faixa de areia, não perderam tempo e iniciaram as lotações, observando que é um lazer barato, que foge do isolamento e ajuda na saúde psicológica, então basta trazer comida e curtir o dia todo. E foi assim que vivenciamos feriados com número de salvamentos comparados a dias de temporada". 

É possível confirmar a informação de acordo com os dados obtidos pela rede social do GBMar: quando encerrada a Operação Finados 2020, os bombeiros contabilizaram 94 salvamentos durante o final de semana prolongado de 30 de outubro a 2 de novembro - em todo litoral paulista. Na mesma Operação do ano de 2019, o feriado foi de 2 a 3 de novembro, marcados por 105 salvamentos de vítimas em situação de risco, no Litoral. "O que esperar dessa situação? Não me senti seguro, pois o Protocolo de Salvamento Aquático (PSA) tem um padrão que não nos permite respeitar a distância recomendada pelo órgão de saúde, e ainda precisaremos reforçar nosso efetivo com os 100 guarda-vidas temporários contratados, que serão colocados em risco para a temporada no Guarujá, devido ao nosso efetivo não atingir o mínimo necessário para nossa área de cobertura, ja vimos postos serem fechados por ausência de GV", observa Lemos.

Entre os 100 temporários, está Álvaro Arantes, de 23 anos, que já segue para sua terceira temporada na função sazonal, e se mostra positivo: "Tenho uma boa expectativa, mesmo achando necessário a nossa presença para apoiar a prevenção nas praias, creio que haverá um menor fluxo de banhistas, devido à segunda onda prevista pelas autoridades".

Por fim, durante esses meses de atuação do Cabo Lemos e seus companheiros de farda, a Polícia Militar não divulgou boletim oficial do efetivo contaminado e o lema dos bombeiros continua seguido à risca , quando diz: "Para que os outros possam viver". Esse grupo de servidores que não pôde parar suas atividades é composto pelas áres da assistência à saúde, assistência social, segurança pública, defesa nacional, transporte, telecomunicações e internet, fornecimento de água, coleta de esgoto e lixo, fornecimento de energia elétrica e gás, iluminação pública, serviços de entrega, serviços funerários, controle de substâncias radioativas, vigilância sanitária, prevenção e controle de pragas, serviços postais, fiscalização ambiental, fornecimento de combustíveis e atividades médico-periciais. Esses não tiveram pandemia, isolamento ou distanciamento social, tiveram apenas caráter, missão e compromisso com suas funções.

Shift Rádio 2019-02
Shift TV 2019-02
Shift Jornal 2019-02